Skip links

Jovem arranca olhos e garganta dos tios e confessa ter sentido prazer

Lourenço Fernandes confessou ao pormenor, em várias cartas a dois amigos e às mães destes, a forma macabra como torturou e matou Guilherme e Eduarda, de 74 e 83 anos, tios adotivos. Filmou-se a arrastar os corpos e fotografou-os com o telemóvel.

 

 

Lourenço Fernandes revelou ao pormenor, em várias cartas a dois amigos e às mães destes, a forma macabra como torturou e matou Guilherme e Eduarda, de 74 e 83 anos, tios adotivos, em casa destes, em maio de 2020, em Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém.

Descreveu de forma chocante como lhes “arrancou os olhos e a garganta” com as mãos. E como teve “gosto” – mesmo quando sentiu o sangue da tia na sua boca.

homicida, que matou aos 17 anos (tem agora 18), voltou a confessar tudo no Tribunal de Setúbal, onde começou a ser julgado pelo duplo homicídio e profanação dos corpos.

Segundo a acusação, Lourenço desentendeu-se com os tios por causa do carro destes. A 2 de maio, Eduarda deixou-o entrar em casa e Guilherme, contrariado, saiu.

O rapaz e a idosa discutiram e Eduarda foi morta à pancada e com uma faca de cozinha – golpeada enquanto se tentava defender com as mãos. O sobrinho deu-lhe pelo menos seis facadas no corpo, três delas no pescoçodegolando-a.

 

Adolescente filmou-se a arrastar os corpos

Lourenço conta nas cartas que “arrancou a garganta” à tia. O Ministério Público acrescenta que “mutilou o corpo alterando a cavidade orbitária e globo ocular esquerdo”.

Guilherme regressou a casa e, não se apercebendo de que a mulher já estava morta, tentou ajudá-la. O sobrinho foi buscar outra faca de cozinha e deu seis facadas no tórax da vítima.

Já com Guilherme morto, Lourenço Fernandes deu-lhe mais três facadas pelo corpo. Os cadáveres foram despidos, enrolados em edredões e colocados numa marquise, um em cima do outro.

Filmou-se a arrastar os corpos e fotografou-os com o telemóvel. O homicida limpou a casa com “lixívia em abundância”, tomou banho e vestiu roupa do tio. Posteriormente saiu para comprar tabaco e regressou, dormindo a sesta e vendo TV com os corpos ao lado.

Tal como escreve o CM, saiu à noite para encontrar amigos e acabou por ter um acidente com o carro dos tios. Foi detido quando os corpos já haviam sido descobertos.

Fonte: Impala

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment