Skip links

É mãe/pai e quer um ensino mais livre? Assine a petição

Patrícia Pereira é uma jovem mãe de um menino de 21 meses e, como todas as mães, tem preocupações e anelos para o seu filho. Uma das suas preocupações prende-se com o ensino em tempo de pandemia. E por achar que ainda há muito por fazer criou uma petição pública para aquilo a que ela própria denomina como: petição pública para um ensino mais livre.
Numa nota enviada à nossa redação pode ler-se
“como mãe, uma das minhas principais preocupações é a sua educação e a qualidade do ensino que temos no nosso país.
Uma das coisas que a pandemia nos veio demonstrar foi a necessidade de olhar para o brincar e para a natureza. Durante muitas semanas milhares de crianças ficaram privadas do contacto com a Natureza (…) ao contrário do que eu esperava o Governo não reformulou as normas, os meninos continuaram a ter a mesma carga horária que tinham até então e isso não faz qualquer tipo de sentido.
As crianças precisam de ser estimuladas pelas sensações.
Acredito num ensino de proximidade, num resgate das escolas nas pequenas aldeias e do contacto com a terra.
Acredito que temos que reformular o ensino, a infância e os direitos dos pais para inverter este ensino tão desumanizado.
Acredito que a escola é para todos, mas os meninos que estão numa turma não têm acesso às mesmas oportunidades nem as mesmas experiências.
Acredito que o meu filho ter um melhor ensino é um direito e que isso não deve ser uma coisa só de elites. Acredito que aprendemos pela observação e pela experimentação. Acredito que a escola não deve ser só para aprender a ler e escrever, mas sobretudo para aprender a pensar.
Não acredito que isso esteja a acontecer. A infância é só uma, há coisas que jamais são permitidas a um adulto.
DEIXEM AS CRIANÇAS BRINCAR E APRENDER LIVREMENTE”.
Para isso está a circular uma petição que gostaria muito que me ajudassem a divulgar https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT107145

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment