Skip links

Espanha prolonga controlos na fronteira terrestre com Portugal até 6 de abril

As entradas e saídas do território espanhol através da fronteira terrestre interna com Portugal só podem ser feitas através dos pontos de passagem autorizados e durante as horas estabelecidas.

Espanha prolongou os controlos na fronteira terrestre com Portugal até 6 de abril devido à crise sanitária causada pela Covid-19 e à proximidade da Páscoa, segundo o Boletim Oficial do Estado (BOE) espanhol publicado esta segunda-feira.

Segundo a ordem do Ministério do Interior de Espanha, apenas os cidadãos espanhóis e os seus cônjuges ou parceiros registados no registo público e descendentes que vivem ao seu cuidado poderão entrar em território espanhol.

Os residentes e estudantes que estudam em Espanha, os residentes noutros Estados Membros ou países associados de Schengen que se encontram a caminho do seu local de residência habitual e os que se encontram em trânsito para efeitos de trabalho também serão autorizados a entrar.

Da mesma forma, aqueles que possam provar motivos de força maior, uma situação de necessidade ou razões humanitárias, bem como o pessoal estrangeiro acreditado como membro de missões diplomáticas, organizações internacionais e forças de segurança, cujos movimentos estejam relacionados com o seu trabalho, também o podem fazer.

As entradas e saídas do território espanhol através da fronteira terrestre interna com Portugal só podem ser feitas através dos pontos de passagem autorizados e durante as horas estabelecidas.

Esta ordem estará em vigor a partir da 01h00 de 16 de março de 2021 até às 00h59 de 6 de abril.

O primeiro-ministro português, António Costa, já tinha adiantado que apesar dos níveis da pandemia em Portugal e Espanha permitirem a reabertura da fronteira, ela vai manter-se encerrada até à Páscoa para evitar as tradicionais deslocações de pessoas na “semana santa” entre os dois países.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.649.334 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.684 pessoas dos 814.257 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Fonte: TSF

 

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment