Skip links

P. Barca | Família com 2 filhos no 11° e pai professor sem sinal de internet

Em São Martinho de Crasto, freguesia de Ponte da Barca, uma família de 4 elementos, em que o pai é professor de matemática e as duas filhas são alunas do 11° ano de escolaridade, anda há 5 anos a pedir reforço de sinal junto das operadoras, pedido esse que lhe é consecutivamente negado pela empresa subcontratada de instalação.

O mais grave, segundo conta o pai, Carlos Lobo, professor de matemática, é que

“ao lado, a menos de 100 metros, o meu pai tem fibra ótica. Há 4 anos”.

De acordo com este professor de matemática, as desculpas das operadoras têm sido várias: ou a distância face à ligação, ou a ausência de portas de ligação, ou porque não tem tempo. “Uma vergonha” alega. Num tempo em que as aulas online estão a começar, para os professores e para os alunos, nesta família serão três as pessoas afetadas.

Carlos Lobo está mesmo a pensar ir trabalhar para o carro no meio da vila de Ponte da Barca, já que o sinal de internet do centro da vila é elevado e estável, ao contrário do que acontece na sua residência.

Pub

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment

  1. E o primeiro MInistro tem 7 motoristas!
    Que apoio deu o governo aos professores? Já as operadoras fazem sempre o que querem e o que lhes dá mais lucro. Depois queixam-se que as nossas aldeias estão a desaparecer ou a ficar desertas. Afinal, será que alguma vez existiram políticas de fixação das populações?

    1. No concelho vizinho, estão a implementar fibra óptica em quase todos o território. E nós Barca a agradecer ao presidente da câmara porque fez uma paragem de autocarro, Ou porque promoveu o Inocêncio para trazer os presidentes de junta do PS para o PSD. Assim não vamos lá. Estamos a anos luz do concelho vizinho.