Skip links

Contraditório | Empresa COINDU alega não ter “300 casos registados de covid-19”

À notícia do PV do dia 30 de janeiro de 2021, que está ainda em desenvolvimento, foi obtida uma resposta por parte da empresa COINDU, de Arcos de Valdevez.

Neste sentido veio declarar que não existem no total “300 casos registados de Covid-19” entre os seus trabalhadores, esclarecendo ainda, e passamos a citar:

“1. A pandemia provocada pelo COVID-19 tem, como é sabido, vindo a afetar toda a população com impacto direto ou indireto em todas as áreas e atividades, não tendo infelizmente a COINDU sido exceção.

2. Desde o início da pandemia que a COINDU tem vindo, face às orientações da DGS, a tomar todas as medidas para proteger os seus colaboradores. Em alguns casos agindo com mais cautela do que o exigido e suportando todos os custos daí decorrentes.

3. A COINDU apresenta um plano de contingência no âmbito da prevenção do COVID-19, reconhecido pelas entidades competentes como sendo extremamente robusto. A sua eficácia é demonstrada pelos resultados obtidos no controlo do contágio interno num universo de mais de 2300 colaboradores nas unidades de Portugal.

4. A COINDU responde às exigências de uma certificação como Local Seguro pela BVQI.”

Fica aqui registado o contraditório. Contraditório esse que o PV, já na notícia de 30 de janeiro de 2021, procurou antes da publicação da notícia mas na altura sem sucesso.

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment

  1. Podem não ser 300 pessoas. Mas que há um surto enorme na coindu, há sim senhor, ninguém pode desmentir. Eu trabalho lá e todos os dias vão para casa pessoas com sintomas que depois revelam-se positivas. A saúde 24 já tem conhecimento disso. Bem haja.