Skip links

Nacional| Aprovada legalização da eutanásia

O parlamento aprovou esta sexta-feira, em votação final global, a despenalização da morte medicamente assistida.

Pub

Votaram contra 78 deputados do CDS, Chega, PCP, PSD (55 deputados) e PS (oito deputados). Abstiveram-se quatro deputados, dois do CDS e dois do PSD.

Depois de aprovada, a lei segue, dentro de dias, para decisão do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que pode vetar, enviar para o Tribunal Constitucional ou promulgar.

Se o presidente promulgar a lei, Portugal será o quarto país na Europa, e o sétimo no Mundo, a despenalizar a eutanásia.

A lei prevê, nomeadamente, que só podem pedir a morte medicamente assistida, através de um médico, pessoas maiores de 18 anos, sem problemas ou doenças mentais, em situação de sofrimento e com doença incurável.

Pub

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment