Skip links

Monção | Doente oncológico fez 100 km em vão. ULSAM manda-o para casa

No início desta semana, uma fonte do PV, do concelho de Monção, entrou em contacto no sentido de relatar a sua indignação.

Pub

Tinha tratamento agendado na ULSAM, em Viana do Castelo, fez a viagem e enquanto aguardava a sua chamada acabou por ser mandado para casa por um enfermeiro “apenas” porque tossiu antes de ser atendido. De acordo com a nossa fonte

depois de ter tossido, por ser doente asmático crónico, o enfermeiro julgou que eu estava infetado, e eu não estou infetado,

Esta nossa fonte pondera colocar o caso na justiça, pois declara que

“a sua vida vale tanto como qualquer outra com Covid-19”.

Pub

Para além do adiamento do tratamento, isto implicou custos que são difíceis de suportar sobretudo num doente “que está de baixa a receber 400 euros porque estamos num país vergonhoso que paga mais a um doente por Covid-19 do que a um doente com cancro”, culminou.
Pub

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment