Skip links

Cidadão da freguesia de Britelo alega que captações de água ‘são um risco para a saúde pública’

Paulo Carreira, residente na freguesia de Britelo em Ponte da Barca, enviou para a redação do Pasquim da Vila uma comunicação na qual explica a “perigosa” situação das captações de água da rede pública naquela freguesia. Segundo o britelense “as referidas captações estão desprotegidas e com elevado risco de infiltrações indesejáveis”.

Pub

“Sou cidadão residente na freguesia de Britelo em Ponte da Barca e tenho participado em variadíssimas reuniões da Assembleia de Freguesia, nas quais formulei pedidos e alertei para várias situações irregulares. Uma dessas situações – e que a Junta de Freguesia tem menosprezado – são as captações de água de abastecimento da rede pública, situadas na Cerqueira.

Em abril de 2019, realizou-se uma reunião da Assembleia de Freguesia à qual eu assisti com o propósito de como tenho vindo a fazer, alertar a Junta de Freguesia para a situação em que se encontram as referidas captações, uma vez que estas estão desprotegidas e com elevado risco de infiltrações indesejáveis e, caso o Sr. Presidente da Junta insistisse em ser uma vez mais, insensível ao caso e não desse uma resposta sensata eu recorreria a outras entidades, designadamente ao Dr. Delegado de Saúde.

Assim, nessa mesma Assembleia, foi-me dada a palavra e estando eu ainda a transmitir a minha intenção, o Sr. Presidente da Junta resolveu interromper-me, insurgindo-se contra mim, dizendo que tinha estado há dias atrás nas captações e que estava tudo bem, que eu estava tolo e que teria de ser tratado.

Ora, no dia 20 de maio de 2019, decidi expor a situação das captações ao Sr. Dr. Delegado de Saúde.

No dia 6 de dezembro de 2019, dois técnicos de saúde deslocaram se às referidas captações para efetuar uma vistoria, tendo sido solicitado o acompanhamento a tal diligência á Junta de Freguesia, o que, também, foi pelo Sr. Presidente ignorado. A 9 de janeiro de 2020 foi enviado à Junta de Freguesia e também à Câmara Municipal de Ponte da Barca, o relatório da vistoria que foi efetuada.

Nesse relatório, a autoridade de saúde recomendou que fossem realizadas obras específicas de requalificação e proteção das captações.

Até à presente data e tendo em apreço que já passou mais de um ano sobre esse relatório, a Junta de Freguesia não realizou as obras recomendadas, limitando-se apenas, desde que receberam o relatório, a colocar pedaços de plástico e pedras em volta das tampas de visita.

É triste, ao fim deste tempo todo o Sr. Presidente da Junta continuar a barafustar e a insurgir-se conta mim tal como aconteceu nesta última reunião de Assembleia realizada em 30 de dezembro de 2020, e aqui com a complacência da mesa da assembleia, depois de existir um relatório da autoridade de saúde que vai de encontro aos meus alertas.

Por tudo o supra exposto, deixo aqui uma pergunta aos Britelenses: são pessoas assim que querem para comandar o futuro da nossa freguesia, visto que a situação relatada pode colocar em perigo a saúde dos Britelenses e de quem nos visita?

Para melhor esclarecimento aos cidadãos deste e de outros assuntos, estou à vossa inteira disposição”.

Paulo Carreira

Pub

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment