Skip links

Protocolo de Apoio Financeiro entre o Município de Ponte de Lima e Quatro IPSS do Concelho, no valor de 637.000€

A Câmara Municipal de Ponte de Lima celebrou protocolos de apoio financeiro com quatro IPSS – Instituições Particulares de Solidariedade Social, visando o reforço da capacidade da resposta social concelhia, quer através da melhoria de equipamentos já existentes, quer através da criação de novas soluções a instalar no concelho.

O conjunto de medidas e ações a desenvolver, pauta-se de acordo com o que as instituições visadas se propuseram a concretizar, por meio de candidaturas ao Programa de Alargamento da Rede de
Equipamentos Sociais — 3.ª Geração – PARES 3.0., por si efetuadas.

Assim, a Casa de Caridade Nossa Senhora da Conceição submeteu uma candidatura ao PARES, sob a designação “Construção da ERPI”, com o objetivo de construir uma nova Estrutura Residencial
para Idosos.

A Casa do Povo de S. Julião de Freixo submeteu a sua candidatura denominada “Alteração de uso de um edifício existente para Lar de Idosos, Casa Magalhães”, com o objetivo de aumentar a oferta do lar.

O Centro Social e Paroquial de S. Martinho da Gandra prevê também através da sua candidatura aumentar a sua capacidade, submetendo a proposta de “Alteração e Ampliação do Lar de Idosos”.

A Associação dos Amigos da Pessoa Especial Limiana – AAPEL submeteu a sua candidatura com a designação “Ampliação do Centro de Atividade Ocupacional da AAPEL” como forma de aumentar a sua capacidade.

Todas as instituições foram unânimes nos agradecimentos à Câmara Municipal, bem como na constatação que a procura dos serviços existentes é superior à oferta, confirmando que “é necessário
e urgente dar mais e melhores respostas às necessidades sentidas pela população.”

O total das candidaturas apresentadas representa “um investimento de 5,2 milhões de euros, e vai abranger 141 utentes, o que significa a dimensão destes projetos”, realçou o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes.

Publicidade