Skip links

Pai solteiro adota cinco irmãos para que eles não fossem separados

Robert Carter foi separado dos irmãos aos 12 anos e não quis que isso acontecesse com estas crianças.

Um homem de 29 anos que em criança foi separado dos irmãos num orfanato acaba de adotar cinco irmãos para evitar que passem pelo mesmo que ele.

Robert Carter, que vive em Cincinnati, nos Estados Unidos, agora é o pai adotivo de Marionna, de dez anos, Robert Junior (nove), Makayla (oito), Giovanni (cinco) e Kiontae, de apenas quatro.

Carter, que aos 12 anos foi separado dos irmãos, começou por adotar três rapazes (Robert Junior, Giovanni e Kiontae) em dezembro de 2018, mas não descansou enquanto não os juntou com as duas irmãs.

Agora, passados quase dois anos, conseguiu cumprir o desejo de juntar os cinco irmãos novamente e promete não deixar que se separem.

“Sempre quis adotar porque eu próprio cresci num orfanato”, disse Robert, que depois de adotar os três rapazes conseguiu entrar em contacto com as mães adotivas das meninas (Marionna e Makayla) e marcar um encontro para os irmãos se encontrarem: “As crianças começaram a abraçar-se e a chorar e não se largavam. Foi nesse momento que disse ‘ok, vou levar os cinco’”, atirou.

“Depois de finalizado [o processo de adoção], eu só chorei porque tudo tinha acabado e eu já não tinha que me preocupar se eles iam embora ou iam sofrer mais. Acordei no dia seguinte a sentir-me aliviado, em paz e abençoado por ter estes filhos”, disse.

Fonte: Correio da Manhã

Comments are closed.