Skip links

Arcos, Barca, Ponte de Lima e Viana| Breve retrato demográfico (2010-2018)

De acordo com os dados da Pordata, entre 2010 e 2018 aumentou o envelhecimento e a concentração populacional e diminuiu a população, sobretudo a população jovem, nos concelhos de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo.

Publicidade

No que concerne à evolução da população residente entre 2010 e 2018, os quatro municípios estão em perda considerável de população: Ponte da Barca passou de 12.149 para 11.249 habitantes, Arcos de Valdevez de 23.046 para 21.057, Ponte de Lima de 43.677 para 41.612 e Viana do Castelo de 89.031 para 84.827. Estamos a falar de perdas de 7,4 % em Ponte da Barca, 8,6 em Arcos de Valdevez e 4,7% em Ponte de Lima e Viana do Castelo, em 8 anos.

Relativamente à densidade populacional, isto é, ao número médio de pessoas por quilómetro quadrado (Km2), obtivemos também uma perda nos quatro concelhos. Significa isto, no geral, maior concentração em meios urbanizados.

Já relativamente à relação entre jovens e idosos, é de salientar que a percentagem de idosos por cada 100 jovens aumentou nos quatro concelhos. Em Ponte da Barca, onde antes existiam 176 idosos (pessoas com 65 ou mais anos) por cada 100 jovens, existem agora 231. Em Arcos de Valdevez, onde antes existiam 264, existem agora 330. Ponte de Lima e Viana do Castelo estão em 2018 com índices de envelhecimento menores (172 e 183, respetivamente), ainda que caminhem rapidamente em direção ao patamar dos 200.

Relativamente à diferença entre nascimentos e óbitos, designado de saldo natural, tirando Arcos de Valdevez que estabilizou as perdas nos 250 (isto é, existem 250 mortes para cada nascimento), os restantes concelhos (Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo) demonstram crescimentos negativos, ou seja, cresceram os números de mortes face ao número de nascimentos.

A informação mais positiva para a região encontra-se nos dados sobre a população estrangeira residente. Excepto Ponte da Barca, que mantem o valor de 0,6%, os restantes municípios aumentaram a população estrangeira residente: Arcos de Valdevez passou de 0,6% para 1,1%, Ponte de Lima passou de 0,6% para 0,8% e Viana do Castelo passou de 1,2% para 1,7%.

Publicidade

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment