Skip links

Reunião do Programa Contratos Locais de desenvolvimento em Ponte da Barca

Realizou-se na Casa da Cultura a primeira reunião entre a Câmara Municipal, representada pela Vereadora do Apoio Social, Fernanda Marques, e a Santa Casa da Misericórdia de Ponte da Barca, representada pelo seu Provedor, Rui Folha Gomes, no âmbito do projeto Contratos Locais de desenvolvimento.

Esta reunião teve como  objetivo definir parcerias e discutir o Plano de Ação previamente aprovado em sede de CLAS (Contrato Local de Desenvolvimento Social) da Rede Social, sendo que as ações a desenvolver pelos CLDS – 4G integram a intervenção familiar e parental, prevenção da pobreza infantil, assim como a promoção do envelhecimento ativo e apoio à população Idosa. Com Os Contratos Locais de Desenvolvimento Social pretende-se a formalização de uma nova geração de políticas sociais assentes em medidas que visam a proteção social, a inclusão social e a coesão territorial dos cidadãos, reforçando o papel dos municípios na tomada de decisão e na intervenção social nos seus territórios.

O programa CLDS – 4G, surge no seguimento da identificação das vulnerabilidades do nosso território, como o elevado número de população envelhecida, caracterizada pelo isolamento da população mais vulnerável. É um projeto promovido pela Câmara Municipal de Ponte da Barca, coordenado pela Santa Casa da Misericórdia de Ponte da Barca e financiado pelo Instituto de Segurança Social, IP, que permitirá minimizar a exclusão social por ser um instrumento que visa intervir numa lógica de proximidade.

Sendo um projeto para, e com a comunidade, pretende-se potenciar parcerias e promover uma intervenção e ação integradas, considerando os objetivos previstos de forma multidimensional, multisectorial e integrada, abrangendo áreas críticas que carecem de um desenvolvimento transversal.

Com a implementação e dinamização dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social pretende-se melhorar as condições de vida da população mais vulnerável à pobreza e promover a participação da mesma na definição das estratégias de ação. Para tal, é necessário mobilizar, ainda mais, os recursos da comunidade, contando para isso com a ajuda imprescindível de parceiros e da própria população.

Nesta reunião esteve ainda representada a medida de Rendimento Social de Inserção (RSI) de Ponte da Barca uma vez que é uma parceira privilegiada. Serão agendadas para a próxima semana reuniões com outros parceiros de especial importância para a boa execução do projeto.

Anúncio 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment