Skip links

Jardineiro limiano terá ateado fogo a um carro e incêndio alastra até a floresta de Barcelos

Em comunicado oficial a Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje que deteve um homem suspeito de um incêndio em viatura automóvel que se propagou à zona florestal envolvente, na freguesia de Tregosa, no concelho de Barcelos. 

Nesse mesmo comunicado a PJ informa que o homem foi detido “fora de flagrante delito” e que o automóvel é propriedade do presumível incendiário.

Asseguram ainda que, o fogo teve “origem dolosa” e consumiu cerca de 3.000 metros quadrados de eucaliptal, “só não atingindo maiores proporções dada a pronta intervenção dos bombeiros, que o extinguiram”, acrescenta a PJ.

No incêndio também ficaram em risco as habitações contiguas à zona florestal.

Segundo a PJ, o detido, de 42 anos de idade, jardineiro e residente no concelho de Ponte de Lima, “atuou num quadro depressivo, tendo utilizado chama direta para deflagrar o incêndio”.

O homem foi presente à autoridade judiciária competente no Tribunal Judicial de Vieira do Minho, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão domiciliária, com vigilância eletrónica.

Anúncio 

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment