Skip links

PS de Ponte da Barca acusa Augusto Marinho de “não ter estratégia para o Concelho”

O Partido Socialista de Ponte da Barca, em comunicado oficial, acusa o presidente da Câmara Municipal, Augusto Marinho, de estar “quase a terminar o mandato” e de continuar “a viver à custa da obra feita no passado”, não tendo “estratégia para o concelho”, apontam.

De acordo com os socialistas, e depois da visita da Secretária de Estado do Turismo a Ponte da Barca, existe falta de estratégia até na forma de mostrar o concelho ao mundo. O comunicado afirma que “limitar esta visita da Secretária de Estado ao concelho a uma União de Freguesias demonstra a total falta de ambição do executivo PSD”.

Para os socialistas de Ponte da Barca, desde 2017 que “estão na gaveta de Augusto Marinho obras importantes para o desenvolvimento turístico” do concelho, sendo disso exemplo “os passadiços da Ermida, a reabilitação do Mosteiro de Vila Nova de Muía e criação de um núcleo de interpretação do românico, o aproveitamento da Central Hidroelétrica de Paradamonte para a criação de um Museu da Eletricidade, a criação do trilho literário Diogo Bernardes, a valorização das rotas e percursos pela natureza, entre outros projetos que permitiriam criar novas ofertas e requalificar acessos a zonas de interesse turístico”, afirmam.

Anúncio

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment

  1. Barra Reis quem nos dera o pior do Dr. Vassalo.
    O pior dele é o melhor deste.