Skip links

Fugas de água todos os anos em São Martinho da Gandra

Em Ponte de Lima, na freguesia de São Martinho da Gandra, na rua da Corredoura, sempre que chega o verão chega também o desperdício de água. À porta de duas vivendas, na estrada municipal, um rio de desperdício de água é constante.

De acordo com um morador, Carlos Viana “o ano de 2020 está a ser pior do que nos outros. Deve ser por causa do aumento de pressão da água”, adianta o mesmo.

Com a nova gestão de águas (ADAM – Águas do Alto Minho), o número de queixas e críticas ao sistema de abastecimento de águas tem subido de tom. Para além dos preços, há também o reparo de que o aumento de pressão trouxe maior desperdício e por isso, custos mais elevados para os consumidores. A tolerância para com o sistema de águas é cada vez menor. De acordo com um outro vizinho “a vontade é a de mudar de casa para um concelho com água mais barata já que em Ponte de Lima está impossível”.

O Pasquim da Vila relembra que a ADAM tem sido alvo de várias queixas, nomeadamente na subida de preços por metro cúbico, nos erros de faturação e no aumento de pressão de água, promovendo maiores perdas num sistema de distribuição já envelhecido.

Redação Pasquim da Vila

Anúncio

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment