Skip links

PEREGRINOS DE PONTE DA BARCA FIZERAM CAMINHADA VIRTUAL ATÉ AO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Este mês de maio será, com certeza, um dos mais atípicos para todos aqueles peregrinos que todos os anos, costumavam rumar em peregrinação até ao Santuário da Nossa Senhora de Fátima. Mas o grupo de Peregrinos de Ponte da Barca decidiu fazer a peregrinação duma forma diferente e pioneira: uma peregrinação virtual!
Falamos com Dinis Meireles, um dos organizadores do grupo de Peregrinos de Ponte da Barca, quem, todos os dias, desde o dia 04 de maio 2020, tem feito o registo de todo o percurso que habitualmente se faz durante a peregrinação e desta forma “sentimos que estamos todos perto. E foi a maneira que eu arranjei para fazer a peregrinação duma outra forma. No meu caso por primeira vez em 18 anos, não vou posso ir a pé até à Nossa Senhora, mas fui relembrando cada etapa do caminho e cada lembrança mediante fotografias que tirámos na nossa peregrinação, no ano passado”.

Na página do Facebook Peregrinos de Ponte da Barca pode-se ver o registo fotográfico e as vivências do caminho percorrido “normalmente nunca posso fazer o registo da viagem como gostaria porque enquanto fazemos a caminhada não temos espaço, nem tempo, para gerir a página, mas este ano foi diferente. Uma vez que não conseguimos fazer a nossa peregrinação como habitualmente, quis deixar registo de uma outra maneira. E assim, vou publicando dia-a-dia, fotografias das etapas que deveríamos estar a seguir. É uma maneira de estarmos todos juntos e de vivermos este amor pela peregrinação num ano como este, tão diferente”.

Dinis Meireles não esconde a emoção que sente ao recordar peregrinações passadas “esta seria o meu 18º ano consecutivo a fazer o caminho até Fátima a pé. Sem dúvida que é uma tristeza muito grande não poder ir ter com a nossa mãe e fazer este caminho que tanto enche as nossas almas -e quem já o fez sabe do que falo- mas o facto de não podermos ir este ano ainda nos dá mais força e vontade de lá ir para o ano, ou quem sabe antes, conforme a evolução e as diretrizes dadas pelas autoridades de saúde”.

Confessa que “caso seja possível, iremos realizar a nossa peregrinação em Julho. Mas tudo  irá depender da evolução da pandemia e das orientações das entidades de saúde. Mas o facto da não termos podido ir neste 12 e 13 de maio, só nos dá mais força e vontade. Eu sei que quando for possível, e as portas do Santuário voltarem a abrir, será uma enchente nunca antes vista”.

Este 13 de maio será único. O Santuário estará vazio de peregrinos e de crentes. Mas mais do que nunca “nos sentimos perto da nossa mãe. Não podemos estar com ela fisicamente como todos os anos quando lá chegávamos. Mas estamos de coração. Hoje, dia 12 de maio, irei publicar a foto do ano passado, na realização da procissão das velas e amanhã, no fim das celebrações, irei publicar a foto do andor da Nossa Senhora na sua despedida, tudo feito como se estivesse lá no Santuário”, afirma Dinis.

Todos os peregrinos esperam que para para o ano, a realidade seja diferente, e possam ir receber no Santuário “a bênção da nossa mãe do céu, que tanta falta nos faz nos tempos que correm”.

Vanessa Reitor 

Créditos fotográficos: Dinis Meireles/ Carla Pimparel 

 

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment