Skip links

O #EstudoEmCasa NÃO É PARA TODOS!

Torna-se necessário incluir, nesta nova forma de ensino, todos os alunos conseguindo que todos eles são abrangidos e é por este motivo, que esta segunda-feira, 21 de abril, a Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE) fez um pedido formal para que as aulas transmitidas a nível nacional pelo canal RTP Memória, e que tem por nome #EstudoEmCasa, inclua audiodescrição e desta forma, os alunos cegos, também possam acompanhar as aulas.

Em comunicado oficial a confederação lamentou que nestas primeiras aulas – o projeto que começou na segunda-feira- não tivesse audiodescrição para os alunos cegos, reafirmando o facto de “a escola inclusiva não pode deixar de o ser agora”, referindo ainda que só foram tidos em consideração os alunos surdos.

A confederação esclarece que não é de todo recomendável deixar para os pais destas crianças a descrição daquilo que se passa nas aulas uma vez que “a maioria dos pais não domina os conteúdos abordados ou, se os domina, receia induzir o filho em erro”. Por todas esta razões o CNIPE, faz um apelo para que o modo em como estão a ser operacionalizadas as aulas seja revisto e desta forma, conseguir incluir a audiodescrição já nas próximas gravações.

O horário das aulas é similar aquele que os alunos seguiam nos centros escolares, começando às 9:00 para os alunos mais pequenos, e culminando às 17h30 depois de terem sido dadas as matérias aos alunos do 9º ano. O horário das aulas e programação pode ser consulta na página oficial da RTP, no seguinte endereço: https://www.rtp.pt/estudoemcasa-apresentacao/

“A inclusão acontece quando se aprende com as diferenças e não com as igualdades”

Paulo Freire 

Vanessa Reitor

PUBLICIDADE

 

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment