Skip links

PETIÇÃO PÚBLICA PARA “TRAVAR EXPLORAÇÃO” DA EMPRESA ÁGUAS DO ALTO MINHO

À atenção das pessoas dos concelhos de:

Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

 

Há uma petição online a circular que é do vosso interesse: Pelo regresso da fatura da água e saneamento a valores anteriores à exploração e gestão do sistema de águas pela empresa Águas do Alto Minho (ADAM).

 Na primeira fatura de água e saneamento, enviada a mais de 70 mil pessoas (individuais e coletivas), foram milhares os surpreendidos com os valores exorbitantes.

Há inúmeros relatos de pessoas cuja fatura aumentou 50 ou até mesmo 100%, mas há casos em que os consumidores passaram a pagar três, quatro ou até 7 vezes mais.

Das queixas que foram chegando via “redes sociais”, podemos dar como exemplo um caso que passou de um consumo no valor de 40 euros mensais, em média, para os 250 euros.

No entanto, o “normal” desta “atualização” de preços está a ser a passagem de valores a rondar os 15 euros para valores em torno de 30 euros, havendo casos em que se passou de 9 para 40 euros sem qualquer justificação lógica.

Existem também relatos da cobrança da taxa de saneamento em zonas onde a rede pública ainda não chegou. Por exemplo em Oliveira, freguesia de Arcos de Valdevez, é conhecido um caso onde o acréscimo de 7 euros está na cobrança de saneamento. Saneamento esse que não existe na zona!

Há ainda casos em que a falta ou a deficiente contagem de água levou à subida do escalão de pagamento da água.

Em média, a tarifa da água passa de 3 para 4,93 euros, valores que também se aplicam à (TFS) Tarifa Fixa de Saneamento.

Por isso é que:

em menos de 8 horas, esta PETIÇÃO já foi assinada por mais de 2000 pessoas.

Assine você também!

https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT96631&fbclid=IwAR3qCNgB9VyB0tPUadUE8eC24gDsXEx8qhL2C0LMpKrmjJrnn_b2sZwI0Cs

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment

  1. E um exagero, eu pago mais cerca de 7 euros por mês no mesmo consumo mensal.