Skip links

Vivemos no paraíso e somos incapazes de dar o devido valor!

Pensamento recorrente que me acompanhou ontem durante todo o passeio que fiz com a minha família. Era um domingo que convidava ao churrasco ao ar livre, às caminhadas, e ao passeio na natureza e foi precisamente esse o nosso plano de descontração dominical.

Somos donos dumas paisagens privilegiadas, vivemos rodeados da mais pura natureza e por vezes, continuamos a fazer passeios até a cidade mais próxima, para visitar o mesmo shopping de sempre, ao qual até já lhe conhecemos os turnos dos seguranças, para ver pessoas com as quais não convivemos e nos lamentarmos de todas as ‘coisas-extremadamente-caras’ que há e que não podemos comprar porque não fazem sentido algum, mas que, quando imbuídos no espírito de compradores compulsivos que os shoppings imprimem em nós, até achamos que precisamos!

Por isso confesso que o dia de ontem me soube tão bem. Não só pelo calor que nos fazia pensar que já tinha chegado o verão, mas também pela paz, alegria e bem-estar que nos proporcionou aquela caminhada. Ouvir as gargalhadas da minha filha, feliz porque a cada passo que dava encontrava bolotas e pinhas, eufórica porque podia correr livremente, enquanto ouvia o som da água do rio a correr, deu-me a sensação de que ainda podemos ser livres, mas teimamos em viver em clausura. Colados ao telemóvel, ao PC, ao sofá, ao entretenimento vazio.

Garanto-vos que o ar que se respira fora das nossas habituais cápsulas de rotina, é reparador!  O nosso passeio não foi nada de extraordinário, nem tivemos de andar km de carro até encontrar um lugar paradisíaco para passear e admirar. O nosso passeio foi na nossa própria aldeia, Tamente, na União de Freguesias de Entre Ambos-os-Rios, Ermida e Germil. Um pequeno paraíso à beira de casa e que raramente paramos para admirar.

O nosso passeio pela natureza fez-nos perceber que precisamos sair mais, viver mais, relaxar mais. Que existem atividades ao ar livre que nos permitem ter tempo de qualidade em família, quase sem gastar dinheiro. Porque é cada vez mais necessário conectarmo-nos com aquilo que é realmente importante, e aprendermos a desfrutarmos das maravilhas que nos rodeiam e que o stress do dia-a-dia, nos impede de ver.

Deliciem-se com as fotografias e da próxima vez que queiram dar um passeio que reúna os tão afamados B’s (bom, bonito e barato) venham até Entre Ambos-os-Rios, Ponte da Barca e desfrutem! 😊 Bom passeio! Bom Carnaval!

Vanessa Reitor

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment