Skip links

COMUNICADO

Sobre as partes II e III do inquérito de satisfação

 

Depois de uma aturada reunião, a direção do Pasquim da Vila Digital decidiu, por maioria democrática de votos (3-2), não publicar a parte II e III do inquérito de satisfação à política em Ponte da Barca.

Tal decisão foi tomada após os elementos do Pasquim da Vila Digital tomarem conhecimento de um conjunto de boatos, gerados por elementos partidários com o objetivo de aproveitamento político e diminuição da credibilidade dos membros do Pasquim da Vila Digital.

Assim, e tendo em consideração o facto de os resultados do inquérito de satisfação poderem condicionar fortemente a intenção de voto para as autárquicas de 2021, vimos por este meio anular toda a possibilidade de aproveitamento político, comunicando o seguinte:

  1. Um dos boatos sugere que um dos partidos centrais de Ponte da Barca teria uma maioria esmagadora. Isto é totalmente mentira. Ninguém, exceto os cinco membros do Pasquim da Vila Digital, conhece os resultados. E a ser verdade, os valores invocados pelo boato são tão ridículos quanto errados.
  2. Outro boato é o de que o Pasquim da Vila Digital teria vendido os resultados a uma das forças políticas. Isto é totalmente mentira. Este inquérito não foi encomendado nem pensado para aproveitamento político nem para venda. Foi pura e simplesmente uma dinâmica de interação e de criação de conteúdo inédito para publicitação no Pasquim da Vila Digital.
  3. Elementos partidários de Arcos de Valdevez estão preocupados com o facto de que se os dois anteriores boatos fossem verdade, iriam ter um efeito semelhante em Arcos de Valdevez. Tal como referimos no ponto 1 e 2, TUDO ISTO É MENTIRA!

Deste modo, comunicamos que nem haverá a publicação de resultados da parte II e III de Ponte da Barca nem tampouco será lançado o inquérito de satisfação sobre Arcos de Valdevez. Isto para que ninguém duvide da seriedade e dos objetivos dos elementos do Pasquim da Vila Digital.

Denegrir a imagem das pessoas que, muitas vezes de modo voluntário, tentam criar dinâmicas sociais positivas, a troco de meros jogos de manipulação de opiniões, traduz a triste realidade da política local.

Está oficialmente encerrada a discussão sobre este inquérito de satisfação. Qualquer aproveitamento político com possíveis resultados é mera ficção e invenção por parte dos intervenientes.

 

Ponte da Barca, 04 de janeiro de 2020,

A DIREÇÃO DO PASQUIM DA VILA DIGITAL

Escreva um comentário

Nome

Website

Comment